Rede EMAÚS - Fica conosco Senhor!

Quarta, 10 Fevereiro 2016 17:54

Quarta feira de cinzas - dia de Jejum e a Abstinência Quaresmais - dicas

Escrito por 

DICAS SOBRE O JEJUM E A ABSTINÊNCIA QUARESMAIS

1. Jejum

São dois os dias de jejum quaresmal: Quarta-feira de Cinzas e Sexta-feira Santa.

Estão obrigados ao jejum todos os maiores de idade até os 59 anos (depois disso, o jejum é recomendável, mas não obrigatório). Obviamente, os doentes e gestantes estão dispensados.

O jejum eclesiástico, porém, é fácil é muito tolerável. Consiste em fazer duas refeições, uma completa e outra pela metade. Por exemplo, se alguém quiser almoçar na quantidade habitual, que jante a metade daquilo que costumeiramente toma.

Se a pessoa quiser, pode ainda diminuir um pouco uma destas refeições e tomar um parco cafezinho pela manhã.

2. Abstinência

Todos os maiores de 14 anos estão obrigados a abster-se de carne na Quarta-feira de Cinzas e na Sexta-feira Santa.

A abstinência de carne abrange todos os tipos de carne: bovina, suína e também a carne de frango. Não se trata de abstinência de "carne vermelha", mas de qualquer tipo de carne.

Permite-se neste dia o consumo de ovos, peixe e queijo. Mas recomenda-se vivamente aos fiéis que não gastem dinheiro com peixes caros, pois não se observaria a austeridade própria de um dia de abstinência.

3. Penitência nas Sextas-feiras da Quaresma

Todas as sextas-feiras do ano, com exceção daquelas que coincidem com festas e solenidades litúrgicas, são dias de penitência. Contudo, o são especialmente as sextas-feiras da Quaresma.

A Igreja preceitua nestes dias a "abstinência de carne". Porém, no Brasil, nossa Conferência Episcopal determinou que esta penitência pode ser substituída por qualquer outra obra de misericórdia, em todas as sextas-feiras do ano (com exceção da Sexta-feira Santa).

Portanto, caso o fiel não consiga abster-se de carne nas sextas-feiras da Quaresma, deve fazer alguma outra obra de piedade: como uma pequena mortificação, esmola, sacrifício, oração por terceiros, enfim, o que for possível. Não deixe, porém, de marcar este dia com alguma privação.

4. Penitência quaresmal

Os quarenta dias da Quaresma são dias penitenciais, e nós devemos nos sacrificar em algum pequeno ponto.

Seria muito interessante que todos tivéssemos algo de que nos privarmos nestas semanas, como sinal de autodomínio e de que damos o controle de nossa vida unicamente a Deus.

Escolha uma penitência que lhe acompanhe dia-a-dia na Quaresma. Certamente, isto lhe ajudará a ser mais constante e disciplinado, como convém a um filho de Deus.

Santa Quaresma a todos!!!

Lido 837 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.