Rede EMAÚS - Fica conosco Senhor!

comunicacaobq

comunicacaobq

Neste terceiro final de semana a Igreja lembra dos Religiosos

Homens e mulheres que consagram suas vidas a Deus e ao próximo.
Desta vocação brotam os carismas e atuações que enriquecem nossas comunidades com pessoas que buscam viver verdadeiramente seus votos de pobreza, obediência e castidade.
São testemunhos vivos do evangelho.
Perseverantes, os religiosos estão a serviço do povo de deus por meio da oração, das missões, da educação e das obras de caridade.
Com sua vida consagrada, eles demonstram que a vida evangélica é plenamente possível de ser vivida, mesmo em um mundo excessivamente material e consumista.
São sinais do amor de deus e da entrega que o homem e a mulher são capazes de fazer ao Senhor.
Entre tantos podemos destacar alguns:

Irmã Dulce: 
Irmã Dulce (1914-1992) foi uma religiosa católica brasileira que dedicou a sua vida a ajudar os doentes, os mais pobres e necessitados. Foi beatificada pelo Papa Bento XVI, no dia 10 de dezembro de 2010, passando a ser reconhecida com o título de "Bem-aventurada Dulce dos Pobres". Será canonizada se for comprovado um segundo milagre.

Santa Paulina:
Madre Paulina (1865-1942) foi uma religiosa ítalo-brasileira. Primeira santa brasileira, foi canonizada em 2002, recebendo o nome de Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus. Foi beatificada pelo papa João Paulo II, quando de sua visita à Florianópolis, Santa Catarina. Madre Paulina participou da vida paroquial na Capela de Nova Trento e foi encarregada de dar aulas de catecismo para as crianças. Dedicava parte do seu tempo para cuidar de pessoas enfermas.

Madre Tereza de Calcutá:
Madre Teresa de Calcutá (1910-1997) foi uma missionária católica albanesa.Logo cedo descobriu sua vocação religiosa. Com dezoito anos entrou para a Casa das Irmãs de Nossa Senhora do Loreto. Criou a Congregação Missionárias da Caridade. Dedicou toda sua vida aos pobres. Em 1979 recebeu o Prêmio Nobel da Paz. Foi Beatificada pela igreja católica em 2003.

Padre Dehon: 
Sociólogo, escritor, advogado e padre. Fundador da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus. Sua vida foi um constante caminhar. Sonhador, lutador, teve decepções, surpresas, alegres e tristes. Aprendeu a amar a Igreja. Soube ouvir os gritos numa França cheia de desafios. Fundou jornal, revista, publicou livros, escreveu muito nos meios de Comunicação Social de então, e deixou-nos por herança: O Sagrado Coração de Jesus.

São tantos os religiosos, a grande maioria num agir anônimo, que fazem a Palavra e o exemplo de Jesus estar mais próximos a nós.

Rezemos pelas vocações religiosas, pelos religiosos (as).

Recebemos de Deus um presente maravilhoso: Nossa Vocação. Somos chamados à vida e vida em plenitude e abundância. Veja o Deus maravilhoso que temos: está ao nosso lado nos momentos de tempestade e angústia;

Está ao nosso lado nos momentos de alegria e de êxito. Um Deus apaixonado por você, um Deus que acredita em você e sonha com você. Dele recebemos a vocação de ser pessoa, de ser cristão, de sermos divinos e na individualidade de cada um, seguimos um caminho especifico (Matrimônio, Solteiro (a), vida consagrada religiosa, padre).

Na semana que inicia com a celebração do dia dos pais temos a semana da família. Hoje mais do que nunca a família precisa cumprir sua missão na sociedade, diante dos grandes desafios que temos. Cada família deve ser uma luz em nossa comunidade. Precisa viver sua missão iluminada pelos valores evangélicos.

No evangelho de Mt 15,21-28 temos uma frase significativa de uma mãe: “Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim: minha filha esta cruelmente atormentada por um demônio!”. Um filho (a) doente abala e, em alguns casos, desestrutura a família. Os pais são capazes de tudo para ajudar um filho (a). Qualquer esforço e sacrifício são recompensados pelo bem estar dos filhos.

É necessário proporcionar saúde física, saúde psicológica, saúde emocional, saúde espiritual em nossas casas. Quando no evangelho aparece a palavra “demônio” não significa possessão diabólica ou algo parecido, mas aquilo que desvia do caminho, que pode tirar a alegria de viver. Nossas famílias, nossos pais, nossos filhos podem ser atingidos por vários “demônios”: O demônio das drogas, do alcoolismo, da falta de valores morais, da libertinagem sexual, da falta de respeito. São sintomas de “espíritos” que atormentam cruelmente a vida de tantos pais e de muitas famílias.

Celebrando o dia dos pais lembramo-nos da importância do ser pai. Ser pai não é simplesmente colocar um filho (a) no mundo. Mas sim, acompanhar o dia-a-dia, estar ao lado para o que der e vier. Filho (a) não quer um pai super-herói. Quer um pai presente, amoroso, sensível, companheiro e compreensível.

Não é fácil ser pai. Muitos pais podem estar angustiados pela situação de seus filhos. O Evangelho nos mostra um caminho para superar os problemas e dificuldades: Grande amor para com os filhos e diálogo humilde e perseverante com Cristo. Pelo Amor autêntico e pelo diálogo humilde e perseverante, os pais também encontrarão um caminho seguro para superar todas as dificuldades.

Querido pai: Quando o diálogo parece impossível, o único caminho a seguir é Amor, humildade e perseverança. Feliz da família que cultiva a fé. Abençoados os pais que assumem a missão de educar na fé, para uma vida com sentido, com princípios e bons valores. Caro pai, na semana em que nos lembramos do seu dia reze esta oração: Ajuda-me, Senhor, na missão de ser pai. Quando pesarem as preocupações pessoais e os problemas da profissão, que eu possa dar à minha família o bem-estar e a tranqüilidade.

Ajuda-me, Senhor, na missão de ser pai, dialogando com minha esposa e meus filhos. Que eu seja aberto para ouvir, humilde para propor, sábio para decidir e responsável para realizar. Ajuda-me, Senhor, na missão de ser pai, descobrindo os valores de minha esposa, os talentos de meus filhos e ajudando-os a desenvolvê-los.

Que eu saiba corrigir com amor, sem destruir nem humilhar. Ajuda-me, Senhor, na missão de ser pai, para defender a dignidade do meu lar contra a imoralidade e a permissividade, vivendo o amor com fidelidade e construindo a união que faz o lar feliz. Ajuda-me, Senhor, na missão de ser pai, para poder ser sempre um testemunho de fé em Deus, ter coragem nas dificuldades, paciência nas provações, esperança na dor. Amém. Deus os abençoe!

Pe. Magnos José Baron Caneppele, scj

Neste último domingo, dia 07/08/2016, o Movimento de Emaús de Brusque, realizou mais uma Escola Missionária, e o tema que ainda ecoa em nossos corações, foi " Família"! Os grupos Oásis e Esperança preparam um momento muito especial, para comemorar a Semana Nacional da Família, que se inicia no próximo dia 14, lembrando as comemorações do mês de agosto, que a Igreja Católica dedica à família e às vocações. E do belo depoimento e canções apresentadas pelo casal Francine e David Scalvim, e mensagem final do nosso orientador espiritual Pe. Magnos, ainda guardamos em nossos corações uma mensagem muito especial: Não sabemos quanto tempo temos para amar nossa família, por isso, o façamos hoje! E, como é bom ter a minha família!

 2016escolinhaemaus4

E para completar esse momento, na sequência aconteceu a Missa Mensal do Movimento, onde realizou-se a homenagem ao nosso querido padre Magnos pois no dia 05/08 foi o dia do Padre e a todos pais presentes em homenagem ao seu dia que se comemora no próximo dia 14/08! Os responsáveis pela missa foram os grupos Evangelizar e Anjo da Guarda.

 

Saiu no dia 4/08/16 o Caderno Especial do Jornal O Municio Dia a Dia com o Tema: Gente que Faz.

Nossa querida presidente Jane Vechi foi entrevistada onde relatou sua dedicação de mais de 30 anos ao Movimento!

Terça, 09 Agosto 2016 12:27

Grupo Guadalupe

2016grupoguadalupe

O grupo Guadalupe foi fundado em 26 de março de 2014, por 6 melhores amigas de infância, que buscavam fortalecer sua amizade através da espiritualidade, fé e aproximação com Deus.

O nome do grupo foi dado em homenagem a Nossa Senhora de Guadalupe, padroeira do México e "Imperatriz da América", venerada pela Igreja Católica. A Virgem de Guadalupe é representada por um ícone da Virgem Maria, que teria aparecido ao índio da tribo Nahua, Juan Diego Cuauhtlatoatzin, em Tepeyac, noroeste da Cidade do México, em 9 de Dezembro de 1531.

Hoje, o grupo é formado por 10 meninas mais o casal orientador, Jô e Dani. As reuniões acontecem as quartas-feiras quinzenalmente, na casa de uma das integrantes.

Presidente 2016: Janine Celva

Casal orientador: Joice e Daniel Diegoli

Terça, 09 Agosto 2016 11:46

Grupo Iluminar

2016grupoiluminar

O grupo Iluminar teve início em agosto de 2013. É um grupo formado por casais e os encontros são Quinzenalmenteas terças-feiras na casa dos integrantes. Somos um grupo iluminado e temos a honra de ter a presença do padre Magnus em nosso grupo.

Shalom!

Segunda, 08 Agosto 2016 12:34

Grupo Coração de Maria

2016grupocoracaodemaria

Tudo começou com o curso de Emaús Feminino do ano de 2012, quando as primeiras integrantes do grupo se conheceram. Em princípio, os encontros das meninas após o curso consistiam em se reunir para lanchar e jogar conversa fora... Algumas destas meninas já participavam de grupos do movimento, outras não... Foi então que surgiu a vontade de formar um novo grupo e então fizeram um convite à Beta para ser a orientadora, pois naquele ano ela havia sido a monitora do grupo dentro da casa. O grupo Coração de Maria fundou-se em 10.03.2014, sendo que da formação original permanecem no grupo as integrantes Lilian Martinenghi, Fran Martinenghi e Gabriela Loos. Com o grupo montado, as meninas da formação original resolveram acolher outras meninas, e, assim, novas meninas começaram a participar do grupo. Em março de 2014 entrou para o grupo a Fran Gamba; em abril de 2014 entraram para o grupo Amanda Souza e Jéssica Melo; em agosto de 2014, Fran Lara, Gabi Alexandro e Dai Hang; em janeiro de 2015 a Amanda Schlindwein; em agosto de 2015 a Maria Alice Zucco; em outubro de 2015 as meninas Suelen Barni, Ana Luiza Cardoso, Renata Suelen Raulino, Jéssica Fischer Pruner, Isabel Cristina Bernardo e Mariana Reis; em maio de 2016 a integrante Dai Hank, que no momento é a mais novinha no grupo. Por enquanto o grupo está fechado com o objetivo de possibilitar a união das meninas, fortalecer os vínculos de amizade, nos tornarmos um grupo mais íntimo ainda e confortável para que possamos confiar umas nas outras e assim, portanto, contar com cada uma nas alegrias e nas dificuldades.

Existiram outras participantes que por motivos particulares deixaram o grupo, mas que marcaram nossos corações e acrescentaram em muito para tornar nossa caminhada mais bonita e mais fortalecida na fé.

Nos reunimos nas segundas-feiras, às 21h30min, quinzenalmente, na casa das integrantes do grupo ou no salão paroquial.

Quinta, 04 Agosto 2016 22:06

A VOCAÇÃO DO PADRE

Por que tamanha importância dada ao tema vocação?

Porque a vocação é o início de tudo. Vocação, em sentido mais preciso, é um chamamento, uma convocação vinda diretamente sobre mim, endereçada à minha pessoa, a partir da pessoa de Jesus Cristo, de Deus, convocando-me a uma ligação toda própria e única com Ele, a segui-lo, (cf. Mc 2,14).

Vocação, portanto, significa que anterior a nós há um chamado, uma escolha pessoal que vem de Jesus Cristo, a quem seguimos com total empenho. Vocação é chamado e resposta. É uma semente divina ligada a um sim humano. Essa escolha pessoal é concretizada de uma forma bem objetiva no Sacramento do Batismo, que por isso se torna fundamento e fonte de todas as vocações.

É neste chão fértil, regado pelo sangue de Jesus, que brotam as vocações específicas, aquelas que cabem diferentemente a cada um. Algumas delas são mais usuais e comuns, como a de casal cristão, de leigo cristão, de catequista, de animador da caridade na comunidade.

No primeiro final de semana de Agosto celebramos o dia do Padre. O padre deve ser a melhor demonstração do amor do Pai especialmente para os mais pequeninos. No dia da ordenação o bispo rezou sob o padre: “carregar o fardo do povo”. É a vocação do “padre-Cirineu”, um padre carregador de fardos, um “padre povoado”. Sabemos, que a ordenação não suprime as fragilidades e limitações do padre.

O sacerdote continua após a ordenação sob o peso da fragilidade humana, mas a graça sacramental o sustenta e o torna imagem do Bom Pastor, que dá a vida pelo rebanho. Deus deposita em seus padres um voto de confiança. São chamados a serem homens de esperança e de alegria, sabendo que a inautenticidade prejudica a fé do povo. O padre não pode viver uma fantasia, dizer uma coisa e fazer outra.

O mundo hoje, não acredita nos mestres, mas nas testemunhas. O padre constrói mais pelo que ele é, do que pelo o que faz. O padre é uma delicadeza do Coração de Jesus. “Dar-vos-ei pastores segundo o meu coração”. (Jo 3, 15).

Nossos padres não precisam tanto de nossos elogios, mas do nosso perdão, da nossa compreensão e colaboração. O padre é criação do amor trinitário em favor do povo. Você criança, você jovem, você adulto ouça a voz de Deus que o chama para a vocação.

Ser padre não é uma dignidade só para os santos e justos, nem é uma degradação para quem não alcançou outros ideais na vida. O padre é um pai, um pastor, um profeta, um homem de Deus e se você conhece padres que não são assim, ajude-os a serem fiéis, porque o padre não existe para si, mas para o povo.

O apóstolo Paulo define o padre como “administrador dos mistérios de Deus” (ICor 4, 1) mas é em “vaso de argila” que o padre carrega esta dignidade e responsabilidade. Não é pois a pessoa humana do padre que nos encanta e inquieta, mas a missão que lhe foi confiada.

Ser padre não é uma honra, mas uma responsabilidade. O padre é uma chave que abre o acesso a Deus, é uma escada que conduz ao céu, é um sinalizador do amor de Deus, é uma ponte que liga o céu e a terra.

Em nossos dias a Igreja deseja padres animadores de comunidades, comprometidos com a causa dos excluídos, construtores de uma sociedade nova, justa e fraterna, lugar do reino de Deus. E lembre-se: O padre é alguém que se desgasta e doa-se pela comunidade.

A comunidade é a família do padre. Seja presença na vida do padre e reze por ele. Deus os abençoe!

Pe. Magnos José Baron Caneppele, scj

O convite pra esse final de semana é para a Escolinha do Emaús onde todos podem participar e a Missa mensal que será em especial para os pais! Participe!