Rede EMAÚS - Fica conosco Senhor!

Sábado, 29 Setembro 2012 16:38

São João Batista - Nosso Padroeiro

Nosso Padroeiro: São João Batista

João Batista é o único Santo, além da Virgem Maria, de quem a liturgia celebra o nascimento para o céu, celebrando o nascimento segundo a carne.

A Liturgia festeja no nascimento de São João Batista, "a Aurora da Salvação", o aparecimento neste mundo do Precursor do Messias.O nascimento do Precursor, seis meses antes do nascimento de Jesus, participa da grandeza do mistério da encarnação que ele anuncia. Isso se deve, certamente, à missão única que, na história da salvação, foi confiada a este homem santificado, no seio da sua mãe, pela presença do Salvador, que dirá mais tarde: "Que fostes ver no deserto?... Um profeta? Sim, Eu vos digo, é mais que um profeta. Este é aquele de quem foi dito: "Eis que envio a tua frente o meu anjo, que preparará Teu caminho diante de ti", pois, Eu vos digo que entre os nascidos de mulheres não há ninguém maior do que João. Mas, o que é menor no Reino de Deus é maior do que ele". (Lc 7, 24 a 28)

Foi pois, o maior entre os profetas, porque pôde apontar o "Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo" (Jo 1,29-36). Sua vocação profética desde o ventre materno, reveste-se de acontecimentos extraordinários, repletos de júbilo messiânico, que preparam o nascimento de Jesus. (cf. Lc. 1, 14-58)


Profeta do Altíssimo, João Batista é prefigurado por Jeremias: - "antes de te formar no ventre materno, Eu te escolhi; antes que saísses do seio de tua mãe, Eu te consagrei e te constitui profeta entre as nações" (Jer 1,4-10). Mais do que ele, João foi consagrado desde o seio materno para anunciar o Salvador e preparar as almas para a sua vinda.
Anel de ligação entre a Antiga e a Nova Aliança, João foi acima de tudo o enviado de Deus, uma testemunha fiel da luz, aquele que anunciou Cristo e O apresentou ao mundo. O Batismo de penitência, que acompanha o anúncio dos últimos tempos, é figura do batismo segundo o Espírito (Mt 3,11). Profeta por excelência, a ponto de não ser senão uma "voz" de Deus que clama, ele é o precursor imediato de Cristo: vai à Sua frente, apontando, com sua palavra e com o exemplo de sua vida, as condições necessárias para receber a salvação.

A solenidade do Precursor, é um convite para que conheçamos a Cristo, Sol que nos vem visitar na Eucaristia. Demos pois, testemunho d’Ele, com o ardor, o desinteresse e a generosidade de João Batista. A data da festa, três meses após a Anunciação e seis meses antes do Natal, corresponde as indicações de Lucas (Lc. 39-56 a 57). Por isso a antífona de entrada da missa de Vigília começa com estas palavras: "será grande diante do Senhor; estará cheio do Espírito Santo desde o seio materno e muitos se alegrarão com o seu nascimento".

Peçamos a João Batista que continue o seu papel de Precursor junto de nós, guiando sempre nossas almas nos caminhos da salvação.

(adaptação da introdução do Missal Romano do Brasil e de Portugal)